segunda-feira, 27 de junho de 2016

"O meu cancro morreu e eu Renasci"


É isto mesmo, o meu cancro morreu e eu renasci!
Não encontro melhores palavras para descrever o que sinto em relação a esta luta que travei perante esta doença. É bem verdade que é uma luta de forças desiguais, ou se vence ou se morre, e neste meu caso quem morreu mesmo foi o desgraçado do cancro.
Sem sombra de duvida que foi uma morte justa!

Foi importante saber aceitar, viver o luto e adaptar a nova reconstrução do meu ser à minha nova realidade de vida. É certo e sabido que tudo leva o seu tempo e eu nunca poderia exigir mais de mim do que aquilo que eu poderia aguentar, afinal eu sou uma mulher crente, corajosa, determinada e persistente, mas não a super mulher!

Passaram-se uns aninhos até que comecei a sentir um forte apelo para partilhar o meu testemunho - o que passei, como o ultrapassei e o que aprendi. 
Não foi fácil reviver cada momento de angustia e dor vividos, assim como esgravatar nas memórias recentes e ainda sensíveis e atribuir-lhes vida em forma de palavras.
Escolhi escrever a minha história para torná-la imortal, essencialmente deixar um legado aos meus filhos e netos, e também para dar um contributo à sociedade onde naturalmente se incluem todos os doentes oncológicos com o meu exemplo positivo de força e superação, mas, o mais curioso de tudo é que estes dois anos de escrita acabaram por ser a minha grande e verdadeira terapia de cura!

Pelo o que passei está tudo sanado, devidamente arquivado e sem falsas etiquetas, o que é, é e pronto.
Se tenho medos? É claro que sim, mas não do passado!

Este livro foi pensado e totalmente escrito por mim, não tem fantasias nem filtros, é o meu testemunho real. 
Foi escrito sem pressões e com a devida calma, naqueles momentos que eu me sentia com vontade ou coragem para remexer nas emoções...

É dividido por dezanove capítulos, em que cada qual fala sobre diferentes momentos ou etapas que fui vivendo ao longo do meu processo de cura. Interessante é o facto de cada vez que escrevia cada capítulo sentia uma necessidade de revelar, até para mim, a grande lição que tirei dessa fase única. E assim, este livro acabou por se tornar também num livro indicado a todos, não só a quem tem ou teve um cancro, pois as aprendizagens que ele revela adaptam-se a todas as pessoas que nos seus percursos de vida inevitavelmente se vão deparando. No fundo, cada um à sua maneira tem de enfrentar as suas provações e tirar o melhor partido dessas fases para assim evoluírem como seres.

Tem também especialmente uma carta dirigida ao doente oncológico com uma mensagem pessoal. Uma carta com uma “linguagem” entendida por nós oncológicos...
Aconselho vivamente a quem tem alguém próximo a passar por esta fase e que não sabe como lhe transmitir uma mensagem de apoio, a lhe oferecer o livro ou a destacar a carta, colocá-la num envelope e oferecer-lhe juntamente com um miminho à sua escolha. Acredite que estes pequenos e simples gestos tornam-se grandes e inesquecíveis atitudes de amizade e amor para quem as recebe. Eu já fiz e nem imaginam o feedback que recebi...



Encontra o livro em muitas livrarias, uma delas é a FNAC onde já fiz duas apresentações, uma na Ilha da Madeira e outra em Lisboa. Tem também uma página de facebook onde vai tendo algumas actualizações sobre o seu desenvolvimento e projectos ligados a ele, até para me encomendar pessoalmente um livro autografado, se isso for importante para si!



Deixo-vos então uma parte da sinopse do meu livro:

Há fases na vida que são um verdadeiro tormento.
Com um cancro na mama aos 35 anos a minha relação conjugal termina e o meu pai morre.

A vontade de morrer passou a ser maior do que a de viver.

Nesta luta de forças desiguais onde se vence ou se morre é importante criar ferramentas de sobrevivência – manter a força positiva, a vontade de vencer e acreditar sempre que ter um cancro não é sinónimo de se deixar de viver.


De mim para todos vós, sem excepção, votos de que sejam felizes! Nunca se esqueçam de viver em plenitude um dia de cada vez e sempre a comemorar a vida.


https://www.facebook.com/omeucancromorreueeurenasci/?fref=ts

Sem comentários:

Enviar um comentário